Há quem, sendo muito prático, aproveite o verão para tirar o acumulado durante o ano, e ao contrário, quem vê este período como um perigo para o peso.


Há opções para cada caso. Maria T. Lopes, Técnica em Nutrição e Dietética, explica para Saber Viver as motivações em cada situação e como atingir os objetivos.



  • Se você acha que o verão é a melhor época para perder os quilos: pode ser que seja mais conscientes dos quilos que sobram ao usar roupas que cobrem menos e como tem agora mais tempo para cuidar do que você come, você decidir incluir um logotipo da sua este mês mãos à obra para começar a cumprir um plano saudável e equilibrado, mas baixo em calorias.

Relacionado com este artigo


Dieta saudável



  • Se para você, liberdade para as férias é o momento mais crítico em relação às rotinas de alimentação refere-se: viajar, passar mais tempo fora de casa, sorvetes e caprichos… Há algumas diretrizes que você pode seguir, sem ser demasdiado rigorosa, para desfrutar e não alguma coisa.

Propomos-lhe 3 planos de alimentação para que escolha a opção que melhor se adapta a si:



  1. Uma dieta para perder peso.

  2. Uma que permite caprichos sem engordar.

  3. E outra consumo de energia, se o calor te deixa sem forças.

1. Dieta leve: emagrecer no verão


Como conseguimos que uma dieta seja leve, mas também saciante e nutritiva? Escolhendo muito bem os alimentos, e dando destaque para os legumes.


Relacionado com este artigo


DIETA SAUDÁVEL



  1. Prepara seus pratos ao vapor, grelhados, assados ou ao forno, e use sempre o óleo de oliva extra virgem para elaborarlos.

  2. Cumpre com a norma de tomar 8 copos de água ao longo do dia. Se você não estiver bem hidratada, vai ser muito difícil ir ao banheiro, você acumulará toxinas e você será muito mais difícil perder peso.

  3. Entre as refeições, tome chá verde com limão: picarás menos e sua ação termogênica irá ajudá-lo a controlar melhor o peso.

Um truque para cada momento



  • Durante o dia: adicione gelo à água nos momentos em que o seu cérebro se põe obstáculos para cumprir com a dieta e cria ansiedade por comer. Com o gelo, suas papilas gustativas “se acalmam”. Bebe também um copo de água fria, pouco antes de comer. O metabolismo aumenta, em alguns casos… até 30%!

  • Não comas nem cenes tarde. Isso tem um grande impacto sobre dois hormônios (grelina e leptina) que controlam o apetite e a saciedade. Seguindo horários tardios vai te custar mais emagrecer, ainda que a dieta seja adequada.


  • Após o jantar: se você vai tarde para a cama,para não ir dormir com fome toma um resopón leve, mas saciedade. Teste: dois biscoitos de aveia e um leite com sabor, que contém um alto teor de triptofano. Esta combinação ajuda a acalmar a ansiedade por comer e a dormir melhor.

2. Dieta com caprichos: divirta-se SEM ENGRODAR


Pequenos gestos, grandes impactos. Isso é o que você pode obter se você escolher bem o lanche. Agora não há tantas rotinas e relaxamento convida petiscos horas que o dia-a-dia do resto do ano, não se permitem. No entanto, sabe que o aperitivo ou os gelados podem dar mais peso ao final da temporada. Veja algumas ideias:


Relacionado com este artigo


Nutrição



  • Se o seu jantar vai ser “ny”, começa com duas capas que contenham vegetais. Em seguida, outras duas de peixe ou marisco e deixe o mais calórico –por exemplo, os fritos– para o final (o seu apetite será menor).

  • Fale com familiares e amigos e explícales seu desejo de voltar sem nem um grama a mais, para que te ajudem, não oferecendo comida a cada momento.


  • Escolha um dia “de compensação”. Se, durante 4 ou 5 dias se permitir caprichos pontuais e não quer que seu peso se atirar, escolha uma jornada para “portarte bem”.

  • Fuja dos alimentos 50/50. São aqueles que te dão tanta gordura como açúcares e que já não são um capricho, mas uma bomba calórica.

Quantas calorias têm as tampas?


Se são muito calóricas, leva menos quantidade ou compensado com alimentos mais leves, como saladas, gaspacho…


Espeto de omelete: cerca de 200 kcal.


Pescadito frito: podem chegar a somar 190 kcal a sua dieta.


Polvo: em Uma tampa de polvo à galega, com batata, soma cerca de 140 kcal.


Montadito: As calorias e seu valor nutritivo, vai depender do que contém. Por exemplo: um anchova com queijo são 130 kcal.


Picles: Uma banderilla de picles, cebola e pimenta traz 36 kcal.


Uma vez que o objetivo, neste caso, é curtir o verão sem que se passe fatura o segredo é compensar. Prepara em casa snacks saborosos mas leves como, por exemplo, croquetes de legumes, colheres de guacamole com salmão, mexilhões com cubos de presunto ou tempura de legumes com molho de limão.


3. Dieta energética: evita o cansaço no verão


Se você chegou a essas alturas do ano, com o cansaço acumulado e, apesar de tudo, você quer cuidar do seu peso, esta é a sua dieta ideal.


É também perfeita para aquelas pessoas que se sentem especialmente “chafadas” com a chegada do calor. Há quem os acusa de uma maneira especial.


E é quando nos sentimos sem forças, é frequente recorrer a alimentos densos e calóricos, em uma tentativa de aumentar a energia. Mas não ganha forças, o que você faz é adicionar calorias. Existe uma dieta que irá aumentar a sua vitalidade, sem afetar seu peso.



  • É importante incluir 5 porções de cereais (integrais).

  • Dá muita importância ao pequeno-almoço. Toma ovo para o café da manhã duas ou três vezes por semana. Se você fizer isso, você vai perceber que nessas jornadas seu humor está muito mais alto, e o mesmo acontece com sua energia.

  • As saladas de legumes sejam uma constante. Há uma grande variedade de preparações de verão com eles e levá-los a 3 ou 4 vezes semanalmente marca a diferença.

O truque: magnésio e vitaminas do grupo B


O magnésio é um mineral anti-stress, vital para sentir-se forte:



  • Regula os níveis de glicose sanguíneos e intervém no relaxamento muscular. Se tiver níveis baixos, você se sente cansada, você pode sofrer de cãibras, pequenos despistes e estar algo mais apática ou irritável.

  • Alguns dos alimentos que o contêm em maior quantidade são: nozes, amêndoas, castanhas de caju, aveia, lentilhas, ou frutas secas.


Relacionado com este artigo


Como Cozinhar com as Panelas Goldchef e como elas são importantes em uma dieta saudável.


As vitaminas do grupo B são essenciais para que as suas células rebosen vitalidade:



  • A vitamina B6 é essencial, pois ajuda na formação de hemoglobina, que transporta o oxigênio para as células. Se falta, abaixam as defesas e a potência vital.

  • A B2 ou riboflavina, ajuda a produzir energia e equilibrar a tireoide, outra das possíveis culpados de sentir uma falta de energia contínua.

  • Procura tomar: amêndoas, arroz integral, peru e coelho, ovos, ervilhas, cogumelos, frutos do mar ou espinafre.