FALE CONOSCO!
VOCÊ ESTÁ EM: PORTAL CEHMOB » PROJETOS » Saber para Cuidar
PROJETOS SELECIONE SEU PERFIL:

PROJETOS

BANER LATERAL BANER LATERAL

Saber para Cuidar

_logo_saber

Criado em 2012, por iniciativa do Cehmob-MG, o projeto Saber para Cuidar: doença falciforme na escola tem como objetivo fortalecer a capacidade técnica e política dos profissionais de educação em doença falciforme na perspectiva da educação inclusiva e melhorar a qualidade da atenção integral às pessoas com a doença.

Estrutura e Arquitetura do Projeto

Através de seminários, cursos e oficinas, o projeto busca favorecer e estimular a interação e troca de experiências entre os profissionais da saúde e comunidade educacional. Com foco na integralidade da atenção, são discutidas as repercussões no contexto escolar e criadas estratégias de intervenção pedagógica para os alunos com a doença falciforme.

O projeto tem a duração de três anos e se estrutura em três processos definidos:

  • Sensibilização dos profissionais de educação
  • Formação de profissionais da educação
  • Articulação em redes / Promoção de ações educativas

ARQUITETURA SABER PARA CUIDAR_

Seminário

Em junho de 2012 foi realizado o primeiro evento do projeto, o Seminário “Saber para cuidar: doença falciforme na escola”. A atividade contou com a participação de representantes da saúde e da educação, profissionais relacionados à doença falciforme e ao controle social de vários estados do país e também convidados internacionais.

Durante o evento foi assinado o Ato de Compromisso pelas quatro instituições envolvidas no projeto: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG), Secretaria de Estado da Educação (SEE-MG) e Fundação Hemominas. 

Educação a Distância

Atualmente o projeto oferece, além das oficinas e minicursos presenciais, dois cursos em EaD (educação a distância) voltados para os servidores estaduais e municipais da Educação:

  • “Saber para cuidar: doença falciforme na escola – A diversidade no contexto escolar”, direcionado aos servidores estaduais, com carga horária de 30 horas.
  • “Ressignificando a doença falciforme – A diversidade no contexto escolar”, direcionado aos servidores municipais, com carga horária de 45 horas.

Saiba mais. 

Para mais informações sobre o Projeto, escreva para: saberparacuidar@nupad.medicina.ufmg.br.